O empresário brasileiro está menos propenso a investir, por conta do cenário econômico atual.


O otimismo da indústria, medido pelo Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), caiu 0,7 ponto percentual ante maio e chegou a 54,8 pontos em junho, o menor desde agosto de 2012. O resultado aponta a tendência de queda moderada no setor, que se iniciou em março deste ano.


Em maio, o Icei marcava 55,5 pontos, de acordo com pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O índice varia de zero a cem pontos. Valores acima de 50 pontos representam otimismo no setor e indicam empresários confiantes.


Embora acima de 50 pontos, a queda na confiança persiste devido a falta de um ambiente favorável à expansão industrial e ao crescimento da economia. Segundo estudo, tal cenário põe em dúvida uma recuperação da indústria em 2013.


Na comparação com junho do ano passado, houve retração de 1,3 ponto no índice. Sua média histórica é de 59 pontos, que em comparação com o índice de junho, demonstra que o mesmo está bem abaixo do patamar mediano. Segundo a CNI, a retração mostra a tendência de redução do otimismo dos industriais.
O levantamento da CNI foi feito entre os dias 3 e 14 de junho com 2.396 mil empresas de todo o País.