A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do mês de agosto, que indicou crescimento para 52,5 pontos, ante ao resultado de 49,9 pontos em julho. O índice varia de 0 a 100 e valores acima de 50 indicam empresários confiantes. São consideradas atividades dos segmentos da indústria de construção, da indústria extrativa e da indústria de transformação.

O setor químico (exceto limpeza e perfumaria) apresentou alta de 2,0 pontos de julho para agosto deste ano, somando agora 52,4 pontos. Entretanto, acomparação com o mesmo período do ano passado demonstra queda de 3,3 pontos.
Dentre as 32 atividades pesquisadas, apenas 11 apresentaram melhora na confiança em agosto de 2013, em comparação com o mesmo mês em 2012. Em nota, a CNI informou que o crescimento de 2,6 pontos do ICEI em relação a julho é importante para a retomada da economia, entretanto o nível de confiança dos industriais continua significativamente baixo. Conforme a pesquisa, o valor de agosto é o segundo mais baixo desde a crise de 2008,
superior apenas ao de julho.