A intensificação da crise econômica agravou ainda mais o desempenho do setor industrial em 2015. O faturamento da indústria diminuiu 8,8%, as horas trabalhadas caíram 10,3% e o emprego teve queda de 6,1% no ano passado na comparação com 2014. As informações são da pesquisa Indicadores Industriais, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em 1º de fevereiro.

 

Em dezembro, os índices de emprego e de horas trabalhadas tiveram queda pelo 11º mês consecutivo. Enquanto o emprego retraiu 0,2% na comparação com novembro, na série livre de efeitos sazonais, as horas trabalhadas reduziram 0,9% no período. Já o faturamento ficou 0,6% abaixo do registrado em novembro.
Conforme a pesquisa, embora a utilização da capacidade instalada tenha crescido 0,2 ponto percentual em dezembro frente a novembro, a ociosidade na indústria continuou elevada. O setor operou, em média, com apenas 77,5% da capacidade instalada na série sem influências sazonais. A massa salarial diminuiu 0,2% em dezembro frente a novembro, na série dessazonalizada.

 

Já o rendimento do trabalhador cresceu 0,8% na mesma comparação.

 

IndicadoresIndustriais_grafico_Dezembro2015

 

Confira outros importantes resultados deste estudo clicando aqui.

 

Fonte: CNI