Como parte da Agenda do Plano Brasil Maior, o BNDES está desenvolvendo o Estudo da Diversificação da Indústria Química Brasileira, identificando e analisando as oportunidades, incluindo especialidades, produtos de valor agregado e novas tecnologias.

Dois fatores principais contribuíram para esse estudo: o descompasso do crescimento da produção da indústria química nacional em relação à evolução do consumo doméstico, e o aumento do valor agregado das importações em relação às exportações de produtos químicos.

Com o objetivo de contribuir para a reversão futura desse quadro, o Estudo busca identificar e avaliar oportunidades de diversificação da indústria química, com ênfase nos produtos químicos de maior valor agregado, na integração e ramificação das cadeias já existentes e nas novas tecnologias. O Estudo deve também contribuir para o desenho de instrumentos e ações de uma política industrial para o setor.

O Estudo, inciado em maio de 2013, contemplará as seguintes partes:

Parte 1 – Segmentação e priorização inicial dos químicos
Parte 2 – Priorização final das alternativas e avaliação detalhada das oportunidades
Parte 3 – Elaboração de cenários e políticas de desenvolvimento

No decorrer do Estudo serão produzidos e entregues ao BNDES sete relatórios. Também estão acontecendo a realização de diversos seminários e entrevistas com diferentes atores, pertencentes aos Governos Federal e Estaduais, entidades e fundações, grupos de produtores e consumidores de químicos, especialistas, e associações de classe.

O Estudo é conduzido por um consórcio formado pelas consultorias Bain & Company e Gas Energy. A Bain & Company, consultoria de gestão e estratégia com atuação global, com vasta experiência de atuação nos mercados e na indústria química no mundo e no Brasil, é a responsável pela base metodológica, referenciais externos, execução e qualidade final desse Estudo. Para complementar as competências da Bain, foi realizada uma parceria com a Gas Energy, a maior empresa brasileira de consultoria especializada em gás natural, química e petroquímica. Além da Gas Energy, a Bain também conta com o aconselhamento de dois dos profissionais mais experientes e respeitados da indústria química e petroquímica brasileira: os engenheiros Otto Vicente Perrone e Carlos Mariani Bittencourt.

Para acessar os quatro relatórios gerados, até o momento, pelo Estudo, clique aqui.